Dicas de saúde

A importância do protetor solar em crianças

Postagem: 8 de janeiro de 2018


O uso do protetor solar é indispensável, principalmente no verão. Em relação às crianças, a aplicação do produto gera diversas dúvidas, como a idade mais recomendada para começar a usar, o fator de proteção indicado e por aí vai. Confira as principais informações sobre o assunto e saiba como manter os pequenos sempre protegidos do sol.

Quando começar a usar protetor solar?

Normalmente, o produto deve ser aplicado a partir dos seis meses de vida. Antes disso, a pele dos bebês é fina e muito sensível. Por isso, a exposição solar não é recomendada. Do mesmo modo, as chances de reação por conta do protetor são maiores.

 

Qual protetor é mais adequado para as crianças?

Tudo depende da idade. Entre os seis meses e os dois anos, são recomendados os filtros do tipo “baby”, que costumam ter 100% de barreira contra o sol. A partir dos dois anos, utilize os protetores infantis (que também podem ser encontrados como “kids” ou “criança”). Prefira aqueles que são hipoalergênicos, resistentes à água e em creme. Versões em spray não são indicadas, já que a criança pode inalar o produto.

 

Qual fator de proteção é mais recomendado para uso infantil?

Em média, o fator 30 costuma ser suficiente, mas é importante conversar com um pediatra, para que ele possa indicar o mais adequado para a pele da criança.

 

Como o protetor deve ser aplicado?

Em relação à quantidade, deve ser suficiente para fazer uma camada grossa por todo o corpo (cerca de três colheres (chá) cheias para um bebê de seis meses). A aplicação deve ser feita cerca de 30 minutos antes da exposição solar. Lembre-se de reaplicar a cada duas horas.

 

Quais outros cuidados são importantes?

Além do protetor solar, é fundamental usar chapéus e roupas leves. Uma dica é apostar nas camisetas próprias para uso na água com FPS.