Dicas de saúde

Mitos e verdades sobre a exposição solar

Postagem: 1 de dezembro de 2017


O verão chegou e é hora de relaxar ao ar livre, tomar sol e aproveitar para tomar banho de mar ou de piscina. Esta época do ano é muito aguardada, mas deve ser seguida com muita atenção, principalmente, em relação à exposição solar.

 

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) aponta 135 mil novos casos de câncer de pele a cada ano, sendo que este tipo de câncer representa 25% de todos os tipos da doença.

 

O câncer de pele é causado pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele e tem a proteção como melhor aliada para a prevenção. Apesar do assunto ser bem divulgado, ainda existem dúvidas frequentes. Confira o que é verdade e o que não passa de um simples mito.

 

É necessário usar protetor solar em dias nublados

VERDADE

O protetor solar deve ser usado todos os dias, já que os raios ultravioletas (prejudiciais à saúde) atravessam as nuvens.

 

Queimaduras de sol ao longo da vida podem causar câncer de pele

VERDADE

O câncer de pele pode ser causado pela exposição solar sem proteção acumulada ao longo dos anos.

 

Protetor solar impede o bronzeamento

MITO

O protetor solar não impede o bronzeamento, mas torna esse processo mais lento do que quando feito com produtos bronzeadores ou sem proteção.

 

Maquiagem com FPS substitui o uso de protetor solar

MITO

O fator de proteção solar presente em produtos de maquiagem é muito baixo. Recomenda-se filtros solares pigmentados com cor de base, que possuem FPS mais altos.

 

Pessoas com pele negra não precisam usar protetor

MITO

A pele negra tem maior concentração de melanina, mas isso não impede o aparecimento do câncer de pele.

 

Não é recomendado tomar sol entre 11h e 15h

VERDADE

Esse período tem maior concentração de raios ultravioletas e é extremamente prejudicial à saúde. Prefira se expor antes das 10h ou depois das 16h.