Dicas de saúde

Tudo sobre câncer de mama

Postagem: 30 de outubro de 2017


O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres e acomete apenas 1% dos homens. A doença se manifesta quando as células do tecido mamário crescem de maneira fora do controle,

formando um nódulo que pode ser palpável ou identificado por exame de imagem. É considerado maligno quando invade os tecidos vizinhos ou se espalha para outros órgãos à distância.

Listamos os principais dados que você precisa saber sobre a doença. Confira!

 

Existem fatores de risco para o câncer de mama?

Sim. Os mais comuns são: ter mais de 50 anos de idade, possuir histórico familiar e pessoal da doença (mulheres que tiveram câncer de mama têm mais chance de desenvolver um tumor na outra mama), histórico pessoal de câncer de ovário, exposição a estrógenos e progesterona, ter feito reposição hormonal pós-menopausa e usar contraceptivos orais. Além disso, a alimentação, o peso, o sedentarismo e o consumo excessivo de álcool e cigarro contribuem para o surgimento do problema.

 

Quais são os sintomas mais comuns?
Surgimento de nódulo na mama ou na axila; alterações no tamanho ou na forma da mama; inversão do mamilo; saída de secreção pelo mamilo; vermelhidão, calor e dor na mama e alterações da pele (semelhante à casca de uma laranja).

 

Quais exames devem ser feitos para diagnosticar a doença?

A mamografia é o exame mais indicado para fazer o diagnóstico. A extensão do tumor determinará o tratamento que será feito. Normalmente, inclui procedimentos médicos, como radioterapia e quimioterapia, além do uso de medicamentos específicos. Em casos mais graves, é feita uma cirurgia para retirar a mama.

 

As chances de cura são altas?
Se for diagnosticado precocemente, o câncer de mama tem 95% de chance de cura, de acordo com informações da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM). Por isso é tão importante seguir todos os cuidados.

 

Quais exames devem ser feitos para prevenir a doença?
Realize pelo menos uma vez por ano o exame de ultrassom de mamas. Recomenda-se que a primeira mamografia seja feita por volta dos 35 anos de idade. Aos 40, inicia-se a fase de rastreamento, quando o procedimento é feito anualmente. A partir dos 50, pode ser realizado a cada dois anos, mas sempre com acompanhamento médico.

 

Quais são os tipos mais comuns de câncer de mama?

Os tipos mais comuns são:

  • Carcinoma ductal in situ: consiste na fase incial do câncer de mama.
  • Carcinoma ductal invasivo: tipo mais comum de câncer de mama com capacidade para se espalhar para outros órgãos.
  • Carcinoma lobular invasivo: segundo tipo mais comum, pode estar relacionado ao acometimento da outra mama e também ao câncer de ovário. Pode se espalhar para outros órgãos.
  • Lesões pré-cancerígenas (risco de evoluírem para câncer de mama): hiperplasia lobular atípica, hiperplasia ductal atípica e neoplasia lobular in situ. Devem ser acompanhadas